História do Município 
Os Açorianos
Os Índios
Vasconcellos Drumond
Agostinho A. Ramos
Marcos Konder
Lauro Müller
A História Política
Prefeitos

Vultos Ilustres
A Imprensa
O Itajahy de 1843
A Enchente de 1880
O Porto
A Vida Religiosa
A Educação
Arte e Cultura
O Lazer Itajaiense
Edifícios Históricos

     caravela.jpg (12442 bytes)

     A imigração de casais açorianos para o sul do Brasil  começou em 1617. Durante cinco anos, até 1753, deram entrada, no sul do Brasil, 1178 casais açorianos, totalizando 6 492 pessoas. Entre 1748 e 1756, duplicou a escassa população da então Capitania de Santa Catarina.
      Esta imigração em massa visava defender e povoar Santa Catarina e Rio Grande do Sul, pois a coroa estava convencida que a melhor maneira de garantir a posse da terra era povoá-la. A Ilha de Santa Catarina recebeu 4612 pessoas em 1748; 1666 em 1749; e 500 em 1750 e 1753. 

    

      No século XVIII, 30% dos emigrantes idos para Santa Catarina fixaram-se nas freguesias de Nossa Senhora do Rosário, da Enseada de Brito e Nossa Senhora da Conceição da Lagoa.

      O forte contingente ilhéu, cerca de seis mil, saiu de 72 freguesias dos Açores, distribuídas pelas ilhas do Faial, Graciosa, Pico, S. Jorge, S. Miguel, Santa Maria e Terceira.

      Na década de 1911-20, imigraram para o Brasil 2 740 açorianos. Na década de 1921-30, foram 3401 o número de açorianos emigrados para aquele país. Ainda hoje, nos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, há sinais evidentes da presença açoriana, não só na arquitetura, mas também nos usos, costumes e tradições, como as "Reisadas" e as Festas do Espírito Santo, à boa maneira destas ilhas.

     Muitos açorianos imigraram para o sul do Brasil porque a miséria grassava no Arquipélago, na era de Setecentos, como resultado do fraco desenvolvimento das ilhas na produção do trigo e do pastel (outrora, a sua maior riqueza), acrescido do excesso demográfico que atingiu um caráter cíclico nas ilhas maiores. Os açorianos aparecem na história do Brasil em diversas regiões e estão distribuídos pela Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, S. Paulo, Amazonas, Pará, Paraíba, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Atualmente, vivem no Brasil 1 milhão e 200 mil portugueses, sendo a maior parte açorianos e seus descendentes.

                                                           

Home page | A Cidade | História do Município | Um Passeio pelos pontos turísticos

Última revisão: dezembro 03, 2003 .


                                        

Material Copyright © 2000 Everaldo Jose dos Santos